domingo, 14 de julho de 2013

INTERPRETAÇÃO BÍBLICA - Homem que Confia no Homem


Considere a seguinte passagem:


"Assim diz o SENHOR: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do SENHOR!"
Jeremias 17:5


   Durante muito tempo se considerou que essa passagem significa um alerta e uma repreensão de Deus para aqueles que confia nos outros, querendo dizer que não devemos confiar em homem nenhum, mas se assim fosse, então essa palavra estaria em oposição a Tiago 5.16 
  Então devemos buscar a interpretação correta para esse texto, ou seja, aquela que o profeta tinha em mente quando escreveu essa passagem. Vejamos:
  
  Em primeiro lugar, a palavra confiar aqui se refere a livramento, seria antão, aquele que confia no homem para o livrar de algo. Por isso o profeta divinamente inspirado escreve: "e faz da carne o seu braço" 

  Resta sabermos a que homem o texto se refere.
 Aparece nessa passagem duas vezes a palavra "homem", no entanto uma significa uma coisa e a outra tem ou significado.

  A primeira palavra homem no hebraico "gebher", se refere a um indivíduo qualquer, uma pessoa. A segunda palavra homem no hebraico "ãdhãm", se refere a raça humana como um todo, é um termo genérico. Na tradução a palavra homem foi usada duas vezes, pois no português não termos diferenciados para o homem indivíduo e o homem raça humana. 
  Ficaria então dessa forma: "Maldita a pessoa que confia em homens para a livrar", porém para Matthew Henry esses termos significam "que confia em si próprio" Matthew Henry considerou a parte explicativa "e faz da carne o seu braço" como aqui está no singular, logo se refere ao braço da própria pessoa, ou seja, em si próprio.

CONCLUSÃO
  
 A melhor interpretação é a que se refere ao homem que confia em si próprio, e a palavra "confia" se refere a confiança no livramento e não à confiança entre amigos, de guardar um segredo ou desabafar algo.

Marcos André - Professor

Fontes: - Bíblia de Estudo Palavra Chave, pág 1508, 1572
             - Comentário Bíblico de Matthew Henry, pág 623

5 comentários:

  1. gostei do estudo,lembrando que toda teologia é uma "tentativa" de compreender o texto da forma mais correta, enquanto alguns impõe sua teologia como uma "lei"

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante . Irei procurar mais vezes este site para explicações sobre os contextos bíblicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa estaremos sempre prontos a ajudar, paz de Jesus.

      Excluir
  3. É muito importante observamos as regras da Língua Portuguesa, o pronome "SEU" no contexto, já diz tudo, pena que muitos só leem o texto, fazendo interpretações errôneas...!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente acréscimo meu querido, falou tudo e rápidas palavras. Obrigado por comentar irmão Paulo. Fique a vontade para continuar lendo nosso material. Paz.

      Excluir

Todos os comentários estão liberados, dessa forma o seu comentário será publicado direto no CLUBE DA TEOLOGIA.
Porém se ele for abusivo ou usar palavras de baixo calão será removido.